Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas está entre os 21 selecionados pelo O Boticário para ganhar patrocínio | Casarão de Ideias
Pages Navigation Menu

Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas está entre os 21 selecionados pelo O Boticário para ganhar patrocínio

Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas está entre os 21 selecionados pelo O Boticário para ganhar patrocínio

O programa O Boticário na Dança comemora mais um ano de incentivo a projetos brasileiros de dança e anuncia os selecionados do edital de 2016. Dentre os mais de 300 trabalhos inscritos, a comissão de análise do programa elegeu 21 projetos de 14 estados do país para receber apoio no ano de 2017.

Os selecionados, que se dividem entre companhias, festivais, mostras artísticas, workshops e eventos de dança, atenderam a critérios como perspectiva de enriquecimento sociocultural, concepção geral do projeto, currículo e viabilidade de execução – requisitos que vão ao encontro dos objetivos de O Boticário na Dança de contribuir para a preservação, a valorização e o acesso à dança e às suas diversas manifestações, além de estimular a formação de público e talentos para a área.

Confira abaixo a lista completa dos selecionados deste ano:

Minas Gerais: Grupo Corpo,Mimulus, Mostra Benjamin de Oliveira,Cia Mario Nascimento, Dança Multimídia; São Paulo: Céu de espelhos, Periferias #P, Manutenção – Cia Corpos Nômades; Maranhão: 850 Conexão Dança; Piauí: Dança – Diálogo; Paraíba: Interatos – Mostra e Formação Permanente de Dança; Rio Grande do Norte: Encontro Nacional Dança; Bahia: Festival Ballace; Tocantins: Lamira; Pará: Encontro Dançarte; Mato Grosso do Sul: Manutenção Dançurbana; Mato Grosso: XI Mostra MT; Paraná: Balé Guaíra – Coral dos Pássaros, Curitiba Cia Dança;
Santa Catarina: Festival de Joinville.
E do Amazonas o projeto selecionado foi: Alma de um poeta, do Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas – BECDA que homenageará escritores amazonenses renomados. Um olhar critico e filosófico sobre as entrelinhas do poeta convidado. O movimento de sua escrita, a multiplicidade de ritmos e imagens, que transcrevem o homem amazônico, refletindo sobre seus aspectos humano, sustentável cultural e social.
Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas / Foto: Alex Borja

Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas / Foto: Alex Borja

Leia também:

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *