Pages Navigation Menu

Divulgada a programação para 7ª edição do Mova-se

Divulgada a programação para 7ª edição do Mova-se

O Casarão de Idéias divulga a programação da 7ª edição do “Mova-se Festival de Dança: Solos, Duos e Trios”. O evento será realizado de 31 de agosto a 04 de setembro na cidade de Manaus, com programação no Teatro Amazonas, Teatro da Instalação e em mais outros espaços públicos da capital amazonense. A entrada será gratuita.

“Mova-se Festival de Dança” terá oficinas ampliando a formação profissional

“Mova-se Festival de Dança” terá oficinas ampliando a formação profissional

Mais de 20 montagens passarão pelo Festival e para abrir a programação, o espetáculo “Saudades de Mim” (RJ), da Cia Focus de Dança, será apresentada no Teatro Amazonas na quarta-feira (31), às 20h.

“Saudades de Mim” é a união das obras de Chico Buarque e Candido Portinari. A montagem traz em sua trilha sonora canções como, “Olha Maria”, “Trocando em miúdos”, “Valsinha” na voz de Chico.

O espetáculo de abertura terá muitas formas e pinturas históricas como “O espantalho”, “Casamento na roça” e “O mestiço”, de Portinari. As obras impõem na narrativa, resultando em um espetáculo de dança contemporânea afetado pelas obras destes dois artistas.

Primeiro dia

Na quinta-feira (1º), às 15 horas, a Biblioteca Pública do Amazonas (rua Barroso, Centro), fundada em 1870 e que abriga um acervo de cerca de 45.000 livros, recebe o ‘Plongée – Danças na Biblioteca do Brasil’, com reapresentação na sexta-feira (2) com sessão às 15h e às 17h.

Enquanto no Teatro Café (Av. Sete de Setembro, 377, Centro) será exibida a montagem “O vestido”, da Cia Conversa com Dança, às 15 horas, com reexibição às 19h.

O espetáculo mineiro “Ressonâncias” que compõe repertório da Quik Cia de Dança, terá a apresentação na Praça da Polícia, localizada no Centro da cidade, a partir das 17h.

Ao mesmo tempo, às 17h, no palco externo do Teatro da Instalação (Rua Frei Jose dos Inocentes, s/n, Centro), acontece a primeira etapa da batalha de B-Boys. Logo em seguida, às 19h, o mesmo palco recebe o espetáculo amazonense “Intra Mentes”.

Às 19h, também acontece no palco interno do Teatro da Instalação, “So you really think you can dance”, da coreógrafa e pesquisadora Marila Velloso, que traz o questionamento sobre o saber ‘dançar’ e a ‘contemporaneidade’.

Os estigmas constituídos do pré-conceito serão o tema do espetáculo “T.R.A.N.S.GENI”, do dançarino Valdemir de Oliveira. A montagem será apresentada na sala do Corpo do Dança do Amazonas (CDA), localizado nos altos do Teatro da Instalação, a partir das 20h.

Logo depois, às 21 horas, a sala do CDA recebe o espetáculo ‘Intérpretes em Crise’ (SP), que questiona o lugar do intérprete na contemporaneidade e problematiza a formação.

“T.R.A.N.S.GENI” foi inspirado nas imagens da figura materna e investiga as limitações e os desejos do discurso da ruptura dos limites entre o ser.

Fechando a participação dos amazonenses no segundo dia do Mova-se, a Cia de Dança Contemporânea apresentará o espetáculo “Almas Sebosas”, às 20h30, no palco interno do Teatro da Instalação. A censura para este evento é de 16 anos.

Movasezinho é destaque do segundo dia

O “Quebra Nozes” é uma montagem adaptada pela bailarina Juliana Borges e é parte integrante do Movasezinho, acontece no Teatro Amazonas, na sexta-feira (2), às 9h30.

O espetáculo apresenta a história da família Stahlbaum em uma festa de Natal. Durante a confraternização, chega um convidado especial, o mágico Drosselmeyer, trazendo presentes misteriosos (bonecos mecânicos com aparência humana). O boneco do quebra-nozes, dado de presente para Clara pelo tio dela, ganha vida levando a pequena garota a uma viagem pelo mundo da magia e da fantasia. Em uma luta com o rato-rei, o soldado acaba morrendo e as lágrimas de Clara quebram o encanto e o boneco transforma-se em um lindo príncipe.

Sem censura

Às 17h, o espetáculo mineiro “Ressonâncias” será apresentado no Largo de São Sebastião. Enquanto no Teatro Café, a companhia goiana apresenta “Deitar ao Sol”. Ao mesmo tempo, o Teatro da Instalação recebe “Vinil de Asfalto” (DF), que tem censura de 14 anos. Já no palco externo da Instalação, acontece a segunda etapa da batalha de B-Boys.

Logo em seguida, às 19 horas, o palco do Mova-se na Rua apresenta “Fúria” (AM) e a reapresentação de “Vinil de Asfalto” no palco interno.

A “Mostra Universitária” apresenta quatro: o espetáculo “Removida” (Grupo Independente), “Alomorfia”, representado por Klinger Trindade, “Clique”, de Tayline Dutra e “Recolon”, de Leonardo Scantbelruy, na sala do Corpo de Dança do Amazonas (CDA), a partir das 20 horas.

Fechando a segunda noite do Mova-se, às 21 horas, no Teatro da Instalação, “Território Nu” (MG) e no “Deitar o Sal” (GO), espetáculo proibido para menores de 18 anos – no Café Teatro.

Sessão tarja preta traz grupo nordestino

Um dos sucessos que o Mova-se promove é a sessão tarja preta, ela acontecerá no sábado (3) com o espetáculo Breguetu (PE), no Teatro da Instalação, às 23h.

O trabalho do Grupo Experimental de Dança instiga o pensamento crítico, a partir da pesquisa ‘A dança no corpo desse lugar’. As experiências individuais dos bailarinos foram traduzidas para a obra que tem o brega retratado em dança contemporânea e teatro.

Às 15h, a programação começa no Teatro da Instalação com a montagem “3 em Cena” (GO), que tem como proposta apresentar o uso de recursos cênicos para camuflar o corpo no palco, invertendo a lógica tradicional no uso de iluminação e cenário com reapresentação às 21 horas.

Em seguida, às 17h, “Olhar com olhos de virgens” (BA) que tem reapresentação às 20h e, concomitantemente acontece a grande final da Batalha de B-Boys no palco externo.

Às 19 horas, o palco do Mova-se na Rua apresenta “Brooklin” (AM). E logo mais, a sala do CDA, exibe “23 Minutos” (AM), às 22h.

Encerramento

Os últimos movimentos do Mova-se acontecem no domingo (4), no Espaço das Cias, localizado na rua Frei José dos Inocentes, 230, Centro da cidade, com a apresentação de “Dom Quixote” (AM), do repertório da Cia de Intérpretes Independentes. Este espetáculo aborda como o homem fantasia a realidade que o cerca para transformar em algo mais fácil de aceitar, fugindo dos limites que determinam seu próprio viver.

Encerrando o sétimo Mova-se, o espetáculo de dança “#Passinho” que conta com a direção de Lavínia Bizzotto e Rodrigo Vieira, terá sua exibição no Teatro Amazonas, às 19 horas.

“#Passinho” é oriundo das favelas do Rio e praticado por crianças e jovens, o foi além das periferias e agora começa a ganhar os palcos. Assim, a montagem é protagonizada por nove meninos de diferentes comunidades cariocas que, em cena, revelam suas histórias e emoções ao som do funk, principalmente.

Mova-se Festival de Dança e suas oficinas

Oito oficinas voltadas para a formação em dança fazem parte do 7ª edição do “Mova-se Festival de Dança: Solos, Duos e Trios”.

Serão ofertadas 20 vagas para cada oficina e as inscrições serão aceitas a partir de segunda-feira, dia 29, somente pelo endereço eletrônico: festival.movase@gmail.com e são gratuitas. Os participantes receberão confirmação através de e-mail.

Realizado pelo Casarão de Ideias, ao total serão ofertada mais de 200 vagas divididas em oito modalidades didáticas, que acontecerão em diversos locais como na Universidade Estadual do Amazonas (UEA), sede do Casarão de Idéias, no Ideal Clube e Caminhos das Artes.

Batalha de B.Boys

Batalha de B.Boys

Batalha de B-Boys

A sétima edição do Mova-se ainda terá a Batalha de B-Boys, ao todos serão 16 vagas, sendo 15 para Manaus e uma para a dupla vinda da Bahia. As eliminatórias do “Mova-se na Rua” acontecem de 02 a 03 de setembro, no palco externo do Teatro da Instalação.

O grande vencedor da Batalha de B-Boys além da premiação com troféu e mais R$ 1 mil em dinheiro, e ainda será convidado para representar o Amazonas no Festival de Salvador em 2017. O segundo lugar ganhará a premiação no valor de R$ 600 e o terceiro R$ 400.

Sobre o Mova-se

O Mova-se Festival de Dança: Solos, Duos e Trios está em sua sétima edição e é realizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Banco da Amazônia, O Boticário na Dança, Fundação Nacional de Artes (Funarte) através do Prêmio Klauss Viana e o apoio do Governo do Estado do Amazonas por meio da Secretaria de Estado da Cultura, Prefeitura Municipal de Manaus através da Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Manauscult) e é uma realização do Casarão de Ideias, Cia de Ideias e Ministério da Cultura (MinC).

Mais informações por meio dos números (92) 3633-4008 e 9-8414-4816 (WhatsApp)

Leia também:

Sem Comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Manaus recebe a 7ª edição do Festival Mova-se • PETCOM UFAM - […] Além de assistir aos espetáculos, o público poderá participar de oficinas voltadas para a formação em dança, com inscrição…

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *