Pages Navigation Menu

Manaus será a capital do Teatro Mundial em 2016

Manaus será a capital do Teatro Mundial em 2016

No mês passado, a Prefeitura Municipal de Manaus (PMM), por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (ManausCult) e do Conselho Municipal de Cultura (Concultura), recebeu a visita da comitiva do Instituto Internacional de Teatro (ITI), entidade ligada à Unesco responsável por criar e acompanhar as diretrizes para a atividade teatral voltadas aos países do chamado Terceiro Mundo – embora muitos dos seus participantes sejam identificados como

segunda ordem econômica mundial. O objetivo da visita é discutir assuntos relacionados ao 35º Congresso Internacional de Teatro a ser realizado em junho de 2016 na capital amazonense.

A comitiva era formada pelo presidente do Instituto Internacional de Teatro (ITI, sigla em inglês para International Theater Institute), Mohammed Saif – AL-Afkham; o diretor Tobias Biancone; o secretário Ali Mahdi; o representante da cadeira da África, Hamadou Mande; e pelo representante da cadeira do Vitenã, Le Quy Duond. A agenda incluiu passeios por pontos turísticos de Manaus, reuniões com o prefeito de Manaus, Arthur Neto, e com a equipe de organização local.

Pela primeira vez, o Brasil sediará o evento. Trata-se de um encontro político, com delegados representantes dos países e a diretoria executiva do órgão. Os encontros são fechados, e além da assembleia geral, existem os comitê temáticos como América Latina, dramaturgia, entre outros. Para 2016, poderão inscrever-se ouvintes com direito à voz, sendo os votos, claro, praticados pelos seus respectivos delegados. Mas os comitês temáticas serão abertos aos interessados.

Sempre se fala das dificuldades em fazer teatro no Brasil. Mal se sabe que o fazer teatral no mundo torna quase que irrelevantes as perspectivas do artista brasileiro. Quase. Afinal, as dificuldades existem e só quem as vive, em seu contexto e tradição, sabe o quanto é difícil. Em muitos países do Oriente Média, e outras mais como Burkina Faso, questões político-religosas (sim, a religião ainda pauta muitos dos aspectos políticos), guerras constantes e restrições libertárias dificultam ainda mais a capacidade destes artistas se expressarem e falarem a linguagem do homem, que é linguagem teatral.

São estes e outros assuntos a que o Congresso trata. Neste, são apresentados diagnósticos, moções, aberturas de diálogos com governos, em suma, política! Política para o teatro e com o teatro. O Congresso é realizado pelo ITI, maior representação política das artes cênicas no mundo. Na capital amazonense, o evento será coordenado pelo Concultura e realizado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Manauscult.

São esperados aproximadamente 1.500 artista e estudantes de todo o mundo. Países como a China, Cuba, Chipre e Suécia já confirmaram representantes e disponibilizaram apresentações para serem realizadas em Manaus durante o evento. Além disso, espera-se que mas de mil estudantes de regiões e países vizinhos participem da programação.

Segundo o presidente do Concultura, o escritor e diretor de teatro amazonense Márcio Souza, o objetivo é fazer uma ediçaõ mais diversificada. “Esse congresso sera muito mais artístico do que os outros, que sempre foram marcados por reuniões internas do ITI. Desta vez, teremos mais de 20 apresentações diárias movimentando a cidade, com atrações tanto locais quanto internacionais, que envolvem teatro, ópera, performance e outras artes”, afirmou o escritor.

Para o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, a escolha de Manaus como sede para o evento reforça a vocação turística da capital. “O Congresso vai transformar Manaus na capital do Teatro no Mundo. Não é pouca coisa para uma cidade receber um evento deste porte e logo em seguida realizar os jogos de futebol das Olimpíadas. Demonstramos na prática cada vez mais nossa vocação para os grandes eventos”, destacou Monteiro de Paula.

O presidente do ITI, MOhammed Saif-Afkham, ressaltou que Manaus é uma cidade que atrai os olhares do mundo todo. “Eu sempre quis conhecer a cidade e gostei muito de tudo aqui. Eu acredito que vai ser um dos melhores congressos já realizados”, disse.

O primeiro congresso aconteceu em Praga em 2948 quando também foi fundado o ITI, por iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a cultura (Unesco). O último Congresso foi realizado em Yerevan, na Armênia. Para 2016, a Organização espera que o congresso realizado em Manaus seja um dos melhores já realizados no mundo.

Congresso Internacional de Teatro a ser realizado em junho de 2016 na capital amazonense.

Congresso Internacional de Teatro a ser realizado em junho de 2016 na capital amazonense.

Leia também:

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *